Terremoto na Itália após acidente em Gênova.

Sobrevivi ao Terremoto na Itália.

O Terremoto na Itália da última noite de agosto, 16 quinta-feira, que foi sentido também aqui em Nápoles e Salerno, cidades ao sul Italiano, poucos dias após o desastre da ponte em Gênova. Você sabe o que fazer para estar em segurança em um terremoto na Itália? Continua aqui que também vou te contar isso. Vem comigo que te conto no caminho! 🙂

Terremoto na Italia predios de pé
Terremoto Italia – Salerno não sofreu danos.

Italianos sofrem outro susto com terremoto.

Olá, tudo bem com você? Comigo aqui também tudo ok, graças a Deus né !

Neste texto de hoje eu pretendo fazer algo mais informativo e também compartilhar a minha sensação e o que você que viaja para cá na Itália deve saber sobre como agir em casos de terremoto.

Terremoto na Itália não é motivo de pânico.

Não há motivo para pânico, nem tampouco cancelar a sua viagem para Itália. Sério! Mal comparando, teria motivo para as turistas de outros países cancelarem a viagem ao Brasil porque ouvem falar da crise política? Acredito que talvez deveriam apenas se prepararem para agir em casos imprevistos em suas culturas. Terremoto Político dificilmente acontece !! hahaha

A Itália, placas tectônicas e tremores de terra.

Caso você ainda não saiba, a Itália em teoria se localiza sobre as fendas de determinadas placas tectônicas e quando as ditas (resolvem fazer festinha)  se movem, balançam,  acontece o tal do tremor aqui na Itália. Se você quiser um aprofundamento teórico uma ligeira busca no Google vai resolver sua curiosidade.

terremoto na Itália: Sobrevivi para te contar Minha experiência

Relaxando apreciando a vista.

Há dois anos atrás, quando outro incidente deste ocorreu, eu não senti fisicamente assim. Não percebi. Só estranho que ouvimos um estrondo muito grande, estávamos dormindo e acordamos com isso. Foi como um barulho como de uma onda grande estourando. Foi longo e estranho. Voltamos a dormir sem saber o que tinha passado. Só nos demos conta quando acordamos no dia seguinte e estavam todos comentando. O WhatsApp tinha 232390845898958493584 x 1000 mensagens!

Mas, ontem, precisamente 16 de agosto 2018, por volta das 20h da Itália, eu estava exatamente fazendo o que tou fazendo agora: escrevendo, editando fotos para entregar, ou seja, em resumo trabalhando na minha mesa.

Como muitas das leitoras daqui e seguidoras do meu instagram sabem, sou fotógrafo Brasileiro na Itália e moro por cá há 3 anos e faço outra universidade de Ciência da Comunicação também aqui.

Continuando, senti um movimento involuntário do meu corpo, lateralmente, como se estivesse sofrendo uma convulsão. Estranho demais!

boneco do posto tremendo em terremoto
boneco do posto – lembra?

Por 3 segundos, acho, parou! E depois voltou! Mais forte! Percebi que se tratava de um terremoto! Cogitei permanecer sentado e continuar a trabalhar. Mas, foi quando prestei a atenção para minha janela em frente à minha mesa que trabalho, ouvi muitos cães latindo! Todos os cães do bairro estavam latindo junto!

Minha válvula de escape em momentos assim, é olhar para minha janela. (foto anterior)

Esta foto acima deste visual que tenho, é minha fonte de inspiração e relaxamento. Daí, quando olhei pra frente, percebi que a porta-janela que passa para a varanda se mexia sozinha e parecia um elástico! Ao lado dela, meu ventilador de pé, também balançava para um lado e para outro como um boneco inflável daqueles que usaram durante um tempo para chamar a atenção nos postos de Gasolina!

Era um terceiro tremor!

Fotografo Brasileiro

Quando os cachorros latem.

“Cão que ladra não morde!” Sério, desde pequeno que ouço as pessoas falarem isso de ler e interpretar os latidos dos cães. Meus pais me ensinaram isso de prestar atenção aos animais. Ao ouvir os cachorros latindo, peguei rapidamente a minha câmera que vive pronta, minha mochila, minha carteira e saí correndo porta a fora. (Gisele, minha irmã, o que diria nessa hora para a Durga se ela começasse a latir? )

vizinhos Italianos nas escadas e na praça.

Saindo correndo de casa, obviamente tu não deves pegar elevador nestas horas e muito menos quem vai esperar elevador? Nem pode e vou falar mais disso mais a diante, fica comigo?

Descendo correndo pelas escadas, estou atualmente no 5.o andar, ouvi vozes nos andares de baixo e encontrei muitos vizinhos italianos fazendo o mesmo. Uma reunião de condomínio escada a baixo. E um, me sinalizava, falava “corre que é isso mesmo!”

TERREMOTOS NA ITÁLIA E O que fazer nestas horas.

 

Na praça que tem em frente de casa, em segurança mas muito abalado, só pensei em ligar para meus amigos brasileiros e deixar mensagens nos grupos de whatsapp da faculdade para alertar. Não consegui retornar a casa e nem é aconselhado que se faça isso.

Foi quando decidi ir dar uma volta para passar o susto e entrei num supermercado. Conversando com os atendentes de lá, um deles havia apenas 12 anos de idade quando passou pelo terremoto de Salerno em 1980 que causou estrago e mortes. Ele sobreviveu e relatou que foram 37 segundos intermináveis de tremor. Disse também que nestas horas 37 segundos parecem dias!

Sobrevivente de Terremoto explica o que devemos fazer:
  1. Nunca desça pelas escadas durante o terremoto. A escada é o que primeiro cai. Avisou. E Muito menos elevador.
  2. Procure estar longe de armários, geladeiras e lustres. Tudo pode cair e ferir você.
  3. O local mais adequado é sobre os umbrais das portas. Ali é o lugar onde em teoria há a maior probabilidade de segurança.
  4. Quando o tremor passar, vá para as ruas e aguarde. Existe os famosos “réplicas” se não errei, é assim que chamam os terremotos que vem logo em seguida.

Terremoto na Itália e a parte boa.

Italia – Cidade sem danos.

Sim, sempre busco levar uma vida positiva e aprender em tudo. Até nestas situações. O bom disso é que pude conhecer um montão de vizinhos novos na praça em frente do prédio onde estou. Incrível como temos pessoas legais ao nosso lado e que nem nos damos conta disso. Obrigado terremoto por me ensinar tantas coisas e conhecer pessoas tão legais, interessantes e estar também aqui contribuindo em difundir mais informação útil para você, espero.

Você já passou por algum terremoto em suas viagens? Conta aqui nos comentários suas experiências e qual seria a reação que você acha que teria nestas situações. Você acha importante este tipo de difusão de informação ? 🙂

Arrivedercí.

fotografo na italia
Artur fotografo na Itália

Fotografo na Itália

Leia mais assuntos sobre Itália.

Visitando museu na Italia domingo é gratis.

Visite museus Grátis na Itália.

Você sabia que dá pra visitar museus e parques arqueológicos na Itália gratuitamente, sem gastar um Euro ou realzinho sequer? Leia mais aqui.

Produtora de Vídeo na Itália​

Produtor para vídeos na Itália está sendo a sua busca? Precisa de um profissional que possa se comunicar em Italiano e em Português, que conheça a cultura e além de conhecimento técnico necessário para atendê-los numa eficiente leitura de briefing e roteiro? Então as suas buscas terminaram aqui. Clique aqui.

4 comentários em “Terremoto na Itália após acidente em Gênova.

    • angelvideoart Autor do postResponder

      Oi Marina! Sim, verdade.
      Muito estranho. Foi complicado.
      🙂
      Obrigado e volte sempre.
      (seja Itália seja aqui no Blog!) 🙂

  1. Eloisa Elena Responder

    Eu não sou de me assustar a toa! Imagino se estivesse aí , também sairia correndo para a rua(menos se fosse um tussiname). Tenho coragem sempre nos momentos difíceis! Mas depois….aí é que vem o alerta do perigo e quase desmonto! Mas como não estive aí, aguardei as notícias bem calma, pois sei que Jesus estava presente com todos vocês!
    Sua reportagem foi bem descritiva ,calma e não me tirou o desejo de conhecer a Itália!

    • angelvideoart Autor do postResponder

      <3 Olá Querida Eloisa, tudo bem com vocês? <3
      Sim, é verdade. Na hora dá coragem e ação. Mas depois, confesso, fiquei traumatizado por uns bons dias.
      Obrigado por sua participação sempre, bem vinda.
      Arrivederci ! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *